O que é ser Dependente Químico?

Um dependente químico é uma pessoa que mostra uma dependência física e psicológica gerada pelo consumo de substâncias psicoativas, como drogas e álcool.

Muitas vezes, o viciado busca alívio dos sentimentos como, dor, frustrações ou outras situações que desencadearam o início do uso desta substâncias.

O dependente químico tem problemas para controlar seu comportamento devido ao consumo excessivo e constante de drogas ou álcool, que produz sua dependência; ele não entende que o consumo de drogas produz sequelas em sua vida e na vida de outras pessoas.

 Desta forma, a dependência química é considerada uma patologia crônica, multifatorial e incurável, que pode ser fatal se não forem tomados cuidados.

Sendo um doença crônica, acaba gerando problemas de saúde a longo prazo, razão pela qual pode estar relacionada a um tipo específico de droga ou grupo de drogas.

 A OMS (OMS) reconhece a dependência química como uma patologia e a considera um distúrbio psiquiátrico de acordo com a Categorização Universal de Patologias (CID 10).

Características de um Dependente Químico

 A dependência química é uma patologia com propriedades que envolvem vários componentes que se pensa serem complicados, como o comportamento e a psicologia do sujeito, que se manifestam de forma especial em cada indivíduo, mas têm muitas semelhanças entre os viciados.

 Em uma pessoa quimicamente dependente, eles têm a possibilidade de perceber várias alterações em seu comportamento que têm a possibilidade de indicar que são dependentes de substâncias psicoativas.

Há várias propriedades do comportamento de uma pessoa viciosa que incluem 

Compulsão que é um aspecto físico que se refere ao profundo desejo e necessidade de consumir a droga instantaneamente, este comportamento é uma característica muito atraente nesta patologia, pois o indivíduo demonstra compulsão por tudo aquilo em que sente prazer.

obsessão é um aspecto psicológico relacionado a ideias e pensamentos persistentes e repetitivos sobre o uso de drogas que têm o potencial de causar agitação e desconforto na pessoa.

Omnipotência na qual a pessoa viciada considera que está no controle de cada situação ordinária de seu uso de drogas.

 A negação (saiba mais clicando aqui) é um sentimento de proteção às vezes involuntário, a pessoa viciada se recusa a admitir que tem uma patologia, ou seja, se recusa a admitir que é dependente de drogas.

Desonestidade, onde o viciado químico começa a deitar-se em seu círculo social e começa a dar desculpas, esta é uma das primeiras consequências do uso de drogas, onde muitas vezes ele até rouba de seus parentes para obter mais drogas, perdendo assim seus valores éticos e morais.

Depressão, que é gerada quando há alterações no cérebro do consumidor devido ao mal provocado pelo consumo e a pessoa começa a usar doses cada vez maiores para obter o prazer semelhante ao do primeiro uso. 

 A impulsividade é também uma característica que está constantemente presente nos viciados, onde a pessoa viciada realiza atividades sem pensar ou ponderar as consequências.

 Existem muitas outras propriedades no viciado, porque acabam variando tanto, estando interligadas e desta forma pode-se ver que a dependência química corresponde a uma patologia complexa na qual seus sinais também mostram propriedades psicossomáticas. 

Clínica para Dependente Químico

Clínica de Recuperação para Dependente Químico

apoio à dependentes químicos e alcoólatras é parte fundamental do trabalho de uma excelente clínica de recuperação, ofertando não apenas a privação de acesso à droga viciante, mas também e o mais importante, diagnosticar e ajudar o dependente, a superar os motivos que o levou ao caminho do vício em drogas ou álcool.

Compreendemos totalmente as dores e os sofrimentos causados pelo vício das drogas e álcool, tanto para o dependente, quanto para os familiares, e sabemos todos os caminhos para a reabilitação, possibilitando não apenas que o dependente abandone as drogas, mas também a reestruturação familiar e social.